AMAR É …

“O Amor … não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal;” (1 Corintios 13:5).

No nosso dia-a-dia temos contato com diversas pessoas, nas mais diversas situações. Primeiramente em nosso lar, com pais, irmãos, marido, filhos, depois temos os parentes, vizinhos, amigos, colegas de trabalho, a balconista da loja, a pessoa no trânsito que nos deu uma fechada, os irmãos da igreja e aí por diante. Em todas esses contatos somos expostas as ações e reações das mesmas que, se não administradas corretamente, segundo a Palavra, podem causar dano a nossa vida espiritual.

Você já tentou perdoar alguém e viu que simplesmente você não conseguiria fazê-lo? Você chegou ao ponto de pedir a Deus em oração para ajudá-la e viu que nada aconteceu e os sentimentos de ressentimento permaneceram atormentando-a? Então, é sobre esta última parte do versículo que gostaria de falar.
Não sou diferente de você!. Isso já aconteceu comigo!. Eu aprendi a perdoar depois de ter passado por algumas situações que requeriam perdão da minha parte. Foram através dessas situações que entendi de uma vez para sempre o que deveria fazer.

Eu já tinha o conhecimento, a informação da Palavra a esse respeito, mas quando eu a entendi com o coração, como uma revelação para mim e que deveria ser exercida pela prática, tudo mudou. Tive que decidir praticar e eu vi e vejo como o Senhor é fiel.

Amada, depois que você tem a experiência do perdão fluindo através de você, com certeza a sua vida muda para sempre desde que você continue praticando. As suas emoções muitas vezes vão querer falar mais alto, mas se você for determinada a seguir o que a Palavra diz, você também permanecerá vencendo. É isso que venho fazendo ano após ano. Sempre vencendo. Você quer a receita? Aí vai.

Para colocar um fim na situação você deve basear seu perdão na fé (na decisão), segundo o que a Palavra diz a respeito e não nos seus sentimentos. O verdadeiro perdão não tem olhos para os seus sentimentos. Perdão é um ato da sua vontade em obediência a Deus e sua fé Nele.

Isso significa que uma vez que você perdoou uma pessoa, você precisa considerá-la definitivamente perdoada. Quando seus velhos sentimentos a respeito de certa pessoa quererem aparecer e Satanás tentar convencê-la de que você realmente não perdoou, resista-o. Diga, “Não, eu já perdoei aquela pessoa pela fé. Eu me recuso a aceitar esses sentimentos”.

Você já ouviu alguém dizer: “Eu posso perdoar, mas nunca esquecer!”. Você já fez isso?. Bom, em Efésios 4:32 fala o seguinte: “Antes sede bondosos uns para com os outros, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo”.

Devemos perdoar como Deus perdoou. Para que a pessoa seja totalmente liberada da culpa como se nada tivesse acontecido, devemos perdoar e esquecer. Essa pessoa estará livre e você também.

Assim que fizermos o que tem que ser feito, algo sobrenatural acontecerá. Posso dizer isso por experiência própria. A dor causada por determinado incidente desaparecerá. O poder de Deus limpará qualquer efeito e você será capaz de deixar isso para trás de uma vez por todas.

Querida, não seja uma anotadora emocional, mantendo anotações dos erros que as pessoas comenteram e cometem contra você . Aprenda a perdoar e esquecer. Isso abrirá um novo mundo de bençãos para você. Leia Lucas 6:27-37 e desfrute do amor de Deus fluindo na sua vida.


 

Anúncios

Um comentário sobre “AMAR É …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s